Dornelles defende derrubada de decreto que institui Política de Participação Social

Dorneles defende derrubadaO senador Francisco Dornelles (PP-RJ)

conclamou os demais parlamentares a aprovarem o projeto de decreto legislativo da Câmara que rejeita o decreto da Presidência da República que institui a Política Nacional de Participação Social.  Ele afirmou que a independência dos poderes e a representatividade política fundamentada no voto soberano do cidadão, pilares da democracia, estão sendo enfraquecidos pelo decreto.

Dornelles ressalta, ao analisar o decreto presidencial, que este institui diretrizes que devem ser regidas por todos os órgãos governamentais. Estabelece ainda que a sociedade poderá integrar os conselhos populares, porém, atendendo a demandas de grupos identificados com movimentos sociais ligados ideologicamente ao governo.

Para Francisco Dornelles, por traz do objetivo aparentemente defensável de aprimorar o processo de participação social, o decreto esconde ameaças à democracia representativa, que pode acabar sendo substituída por um esquema de consulta e representações de grupos de interesse do governo.

O efeito desse decreto para a independência dos poderes pode ser devastador, resultando no fortalecimento excessivo do Poder Executivo e na redução da relevância institucional do Poder Legislativo. Somente isso já seria suficiente para desestabilizar o equilíbrio de forças que garantem a manutenção do estado de direito e assim, as liberdades individuais. Na realidade, o que o Poder Executivo deseja com esse decreto é fazer um Legislativo paralelo em que os membros não são eleitos pelo povo , mas são nomeados pela Presidência da República, afirmou Dornelles.

 

Fonte : Agência Senado

Posted in Politica and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , .

Deixe uma resposta