Alckmin diz que SP precisa de R$ 3,5 bi para enfrentar crise da água

alckmin-2

Governador de São Paulo reuniu-se com presidente Dilma em Brasília.

Segundo ministra do Planejamento, repasse federal depende de estudos.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou nesta segunda-feira (10) após reunir-se com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, que o estado precisará de R$ 3,5 bilhões para a construção de oito “grandes” obras que servirão a partir de 2015 para o enfrentamento da crise do abastecimento de água na região.

Sem chuvas neste domingo (9), o nível dos reservatórios do Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento na Grande São Paulo, registrou nova queda nesta segunda, de acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), e passou de 11,4%, para 11,3%.

“O que nós propusemos ao governo federal foram novas obras, oito obras, e o valor dessas obras será de R$ 3,5 bilhões, o orçamento total das obras. […] O governo de São Paulo precisará do máximo que [o governo federal] puder. Pode ser recurso a fundo perdido, do Orçamento Geral da União, ou pode ser financiamento, e nós temos uma boa capacidade de financiamento,” disse o governador.

De acordo com Alckmin, um grupo de trabalho foi criado para que a União e o governo estadual possam se reunir para discutir como se daria o repasse dos recursos federais a São Paulo, para quais obras e os valores. O colegiado, segundo afirmou, se reunirá na próxima segunda-feira (17) pra discutir o assunto.

Leia mais no globo.com :  Fonte

 

Posted in Ambiente and tagged , , , .

Deixe uma resposta