“Acho que nenhum outro país viveu tamanha roubalheira”.

Acho que nenhum outro país Newton Trisotto

Se sou eu quem diz, é porque “tinha que ser na Veja”. Se é algum tucano a dizer, então claro que é “intriga da oposição”.

Mas quem diz não sou eu nem um tucano qualquer, e sim o ministro do Superior Tribunal da Justiça (STJ), Felix Fischer, que já presidiu a instituição. Para ele, a corrupção no Brasil é uma das maiores do planeta:
“Acho que nenhum outro país viveu tamanha roubalheira”.

Seu colega do STJ, Newton Trisotto, endossou a crítica e disse que a corrupção brasileira é “uma das maiores vergonhas da humanidade”. O ministro, relator do julgamento que manteve preso o homem apontado pela Polícia Federal (PF) como operador de Youssef no exterior nesta terça-feira, pediu ainda “coragem” para o juiz Sérgio Moro. Trisotto citou o jurista Ruy Barbosa ao dizer que um juiz não pode ser “covarde”:

“Não há salvação para o juiz covarde. O juiz precisa ter coragem para condenar ou absolver os políticos e os economicamente poderosos.”

Isso mesmo. E nós, brasileiros decentes, cansados de tanta roubalheira, dessa corrupção epidêmica, dessa impunidade toda, contamos com a coragem e a seriedade de todos aqueles envolvidos na Operação Lava Jato. O PT quer banalizar a corrupção, mas não vai conseguir. Ainda há gente séria no setor público, lutando contra as quadrilhas que desviam nossos recursos e tentando instituir o respeito às leis no país. Saibam que não estão sozinhos, e contam com o apoio de dezenas de milhões de brasileiros.

Rodrigo Constantino

Fonte: Veja
Foto: Newton Trisotto, Ministro do STJ

Posted in Desabafos and tagged , , , , , .

Deixe uma resposta